Projeto Universidade e o Comitê de Ação da Cidadania: Uma Relação de Parceria

    A dinâmica do projeto assenta-se nos princípios de cooperação, solidariedade, respeito, construção coletiva e interdisciplinar e também na implementação das ações efetivas para a mudança de vida das pessoas.

 

Histórico

 

          O Comitê de Ação e Cidadania contra a Fome, a Miséria e pela Vida é uma organização não governamental, desdobramento do Movimento Pela Ética na Política, idealizado e articulado nacionalmente pelo sociólogo Herbert de Souza - O BETINHO e que existe em Rio Grande desde junho de 1993, tendo como um dos principais estimuladores o Banco do Brasil, sendo um de seus fundadores. Desde sua origem contou com a participação e o apoio de diversos servidores do Banco, assim como das agencias locais.

          Formado por voluntários unidos pela solidariedade, o comitê não recebe qualquer auxílio governamental, de ordem financeira, quer federal, estadual ou municipal, sobrevivendo de doações da comunidade e de idéias criadoras de novos caminhos para a solidariedade. Para realização de seu trabalho, tem como parceira a FURG que o acompanha desde sua fundação no apoio logístico e na assessoria de projetos, sejam eles propostos pelo Comitê ou pela própria Universidade.

Objetivo

 

O objetivo do projeto é o desenvolvimento de ações ligadas à participação nos Conselhos Populares, Fórum Microrregional de Economia Solidária, União Riograndina de Associações de Bairros – URAB e a outras frentes que buscam o Direito à Cidadania, com o propósito de se realizar um trabalho mais intenso com os bairros e com a comunidade local.

Projeto Universidade e o Comitê de Ação da Cidadania: Uma Relação de Parceria

 

Público Alvo


Objetivo

 

Histórico

Público Alvo

 

O público alvo do projeto são associações, grupos informais e a comunidade riograndina em geral.